Agenda, Notícias, Seminários

Lançamento do livro: Lucio Costa – Le Corbusier – Correspondência – 07/05/24 – 19h

Marque a data: em 7 de maio, a Bem-Te-Vi lança o tão aguardado “Lucio Costa, Le Corbusier – Correspondência”, livro que revela a intimidade da relação entre dois ícones da arquitetura moderna e traz registros de época que ajudam a compreender a formação artística, histórica e cultural dos tempos atuais.

Com organização de Julieta Sobral e Cláudia Pinheiro e textos de Maria Elisa Costa, Lauro Cavalcanti e Margareth da Silva Pereira, o livro é fruto de minuciosa pesquisa nos arquivos da Casa de Lucio Costa e da Fundação Le Corbusier, enriquecida por farta iconografia.

A edição reproduz originais escritos em francês, inclui ensaios de especialistas sobre os arquitetos, além de reunir documentos oficiais, croquis, pinturas, postais, rasuras e rascunhos de cartas. Um livro único, que revela o pensamento de dois mestres que ousaram dar um novo rumo à história da arquitetura brasileira.

Fique ligado!
Livraria Argumento
Dia 7 de maio, terça-feira,
a partir das 19 horas.

“Em 1936, o governo Vargas tomou a iniciativa de construir sedes para os ministérios da esplanada do Castelo, sendo Gustavo Capanema o titular da pasta da Educação e Saúde. Foi promovido um concurso para o projeto, mas o resultado não agradou (era estilo marajoara…). Pagos os prêmios, o ministro convidou Lucio Costa a assumir pessoalmente o projeto.

Convite aceito, o arquiteto montou uma equipe, o projeto foi apresentado e aceito pelo governo, mas… o improvável aconteceu: Lucio se recusou a dar início às obras sem antes obter a aprovação de Le Corbusier (que ainda não conhecia pessoalmente), alegando que esse seria o primeiro edifício de porte, no mundo, concebido e construído de acordo com a doutrina corbusiana.”

Diante da inusitada situação, o ministro Capanema resolveu levá-lo ao Catete para que pleiteasse a causa diretamente com o presidente Getúlio Vargas”.

Esse é um trecho de “Lucio Costa, Le Corbusier – Correspondência”, livro que a Bem-te-vi terá o prazer de lançar no início de maio.

Uma obra acalentada há tempos, que traz à tona a correspondência mantida por dois personagens fundamentais na construção da história da arquitetura moderna do século XX.

A edição reproduz originais escritos em francês, inclui ensaios de Lauro Cavalcanti e Margareth da Silva Pereira, além de reunir documentos oficiais, croquis, pinturas, postais, rasuras e rascunhos de cartas.

Em tempo: Lucio Costa efetivamente foi ao encontro de Vargas, que acabou concordando com a exigência do arquiteto, como relata o próprio Lucio Costa: “dr. Getúlio, entre divertido e perplexo diante de tanta obstinação, acabou por aquiescer, como se cedesse ao capricho de um neto”.